sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Consciência Negra

Algumas escolas no Polo de Primavera do Leste estão realizando culminância de projetos e ações  interventivas em comemoração da Consciência Negra.


Escola Estadual Cremilda de O. Vianna

                                              Escola Estadual Cremilda de O. Vianna
                                           Escola Estadual Cremilda de O. Viana

Além desse importante momento de evidenciação da Cultura Afro-brasileira no âmbito escolar, nós do Cefapro, podemos conhecer e participar de algumas intervenções com os alunos do Ensino Médio, professores e comunidade, sobre a importância do reconhecimento e valorização da Literatura Afro-brasileira por meio de obras de Carolina Maria de Jesus e Conceição Evaristo.

                                           Escola Estadual Pe Onesto Costa


Escola Estadual Massapê

                                                  Escola Estadual Massapê
                                                 Escola Estadual Massapê
Jenpex/IFMT - Primavera do Leste

                                           Escola Estadual Cremilda de O. Viana

Parabenizamos a todos os professores, área 21, alunos e gestores pelo importantíssimo trabalho para a promoção da diversidade étnico-racial e cultural.

quinta-feira, 1 de novembro de 2018

CEFAPRO DE PRIMAVERA DO LESTE FINALIZA FORMAÇÃO COM PROFESSORES ARTICULADORES DE APRENDIZAGEM


O Cefapro de Primavera do Leste, representado pelas Professoras Formadoras Janaína Szpakowski e Márcia Inês de Souza, em parceria com as Assessorias Pedagógicas e as Secretarias Municipais de Educação, finalizaram no último dia 25 de outubro de 2018 o Curso de Formação com os Professores Articuladores de Aprendizagem, que ocorreu mensalmente desde abril do presente ano. A abertura do evento ficou por conta da Escola Municipal de Teatro/ Faces, com a encenação da peça “A menina que buscava o sol”. O encontro contou com a presença do Prof. Dr. Ademar de Lima Carvalho, da UFMT de Rondonópolis, que dialogou sobre o tema: Concepções de Ensino Aprendizagem - Teoria e Prática, utilizando-se da metodologia freireana do diálogo/escuta.Ao final do evento foi realizada uma avaliação indagandosobre qual o significado da formação para cada participante. Eles foram unânimes em afirmar que o Curso de Formação tem contribuído efetivamente para o desenvolvimento de sua prática pedagógica na escola, nas palavras de uma delas, o professor precisa estar sempre “refletindo as teorias de conceituados autores da educação, conhecendo o contexto histórico, econômico, político e social do nosso país, as legislações vigentes, a proposta pedagógica atual. Com isso, poderá efetivar a prática pedagógica contextualizada, voltada para a formação cidadã do aluno”.Encerramos, sem a pretensão de concluir esse processo formativo, pois compreendemos que a formação permanente faz parte de nossa constituição enquanto sujeitos aprendizes.

Grupo de Teatro Faces de Primavera do Leste – apresentação da peça teatral “A menina que buscava o sol”


Professor Dr. Ademar – UFMT - Rondonópolis

Confraternização final


segunda-feira, 25 de junho de 2018

Formação "Ensino de Geografia e História por Meio de Diversas Linguagens"

Os professores formadores da área de Ciências Humanas do Centro de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica de Mato Grosso (CEFAPRO) polo de Primavera do Leste, estão desenvolvendo formação sobre o Ensino de Geografia e História ancorados nas diversas linguagens no Ensino Fundamental. A formação surgiu do diagnóstico realizado junto aos professores de Ciências Humanas. O planejamento dos encontros tem como base  os documentos oficiais que direcionam o trabalho pedagógico e aportes teóricos sobre a utilização de diversas linguagens no ensino de Geografia e História. Embora o foco de diálogo dos encontros seja destinado ao ensino fundamental, todos os professores de Geografia e História das escolas da Rede Estadual de Primavera do Leste foram convidados, por entender que o diálogo é pertinente a todos. Também foram convidadas as professoras da Escola Estadual Presidente Dutra, localizada no Distrito de Alto Coité município de Poxoréu, por ser próxima a Primavera do Leste.
Com o objetivo de atender o maior número de professores, os encontros acontecem em dois momentos, às segundas-feiras nos períodos vespertino e noturno, com 18 e 21 participantes respectivamente. São cinco encontros presencias de 3 horas, todos no primeiro semestre deste ano e em cada encontro tem-se um encaminhamento de atividades para serem desenvolvidas nas escolas. Ao longo dos encontros teremos o diálogo em torno do uso das diversas linguagens, tendo como aporte inicial a Base Nacional Comum Curricular de 2017, com foco na utilização de músicas, imagens, fontes históricas e literatura no ensino de Geografia e História.





FORMAÇÃO CONTINUADA COM PROFESSORES ARTICULADORES DE APRENDIZAGEM: “A PRÁTICA PEDAGÓGICA DO PROFESSOR ARTICULADOR DE APRENDIZAGEM” - CEFAPRO DE PRIMAVERA DO LESTE - MT



O Cefapro de Primavera do Leste em parceria com as Assessorias Pedagógicas e Secretarias Municipais de Educação dos municípios que compõe o polo, está dando continuidade ao processo formativo iniciado em 2017 com os Professores Articuladores de Aprendizagem.
              O primeiro encontro formativo ocorreu nos dias 26 e 27 de abril de 2018 e contou com a participação dos Professores Articuladores de Aprendizagem das escolas estaduais do polo, Professores de Reforço das escolas municipais de Primavera do Leste e representantes das Secretarias Municipais de Educação dos seis municípios pertencentes ao polo. Nesse primeiro encontro a temática abordada foi “A Prática Pedagógica do Professor Articulador de Aprendizagem”, com o objetivo de discutir a prática pedagógica do Professor Articulador de Aprendizagem, a partir da análise dos Planos de Trabalho apresentados, no início do ano letivo, como critério para ingresso na função. A formação foi mediada pelas Professoras Formadoras Janaína Szpakowski e Márcia Inês de Souza e teve a participação do Professor Dr. Ademar de Lima Carvalho da UFMT, Campus de Rondonópolis, durante todo o evento. O encontro formativo iniciou com um diálogo, coordenado pelo Professor Dr. Ademar de Lima Carvalho, intitulado: “A Formação do Professor e a Organização do Trabalho Pedagógico na Escola” por meio de uma Mesa Redonda com a mediação da Professora Formadora Janaína Szpakowski. Dando continuidade, os professores debateram em grupo algumas questões relacionadas ao tema “Quem sou? Onde estou? ”com o objetivo de permear as discussões posteriores sobre o planejamento pedagógico e provocar reflexões acerca de sua prática docente. Por fim, em pequenos grupos, os professores elaboraram o Plano de Trabalho para o Laboratório de Aprendizagem, com base em aportes teóricos disponibilizados a priori, que em seguida foi socializado com o coletivo. Ao longo das apresentações foram realizadas algumas intervenções necessárias para o aprimoramento dos planos e entendimento da relação teoria e prática no planejamento escolar.
              No próximo dia 22 de junho será realizado o segundo encontro presencial do curso de formação para Professores Articuladores de Aprendizagem, com a temática “A Identidade e a Autoestima Profissional Docente”.
              Antes de cada encontro são enviados materiais bibliográficos para leitura prévia, que servem de base para os debates e atividades durante os encontros presenciais. A proposta para o segundo semestre, do corrente ano letivo, é realizar um encontro formativo presencial, mensalmente, permeados de estudos prévios de aportes teóricos relacionados as temáticas trabalhadas nos encontros presenciais.





             


segunda-feira, 7 de maio de 2018

Estudante da EE Waldemon Moraes Coelho é Medalha de Prata na OBFEP - Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas

 Parabéns ao aluno Acelino Alisson da Silva da Escola Estadual Waldemon Moraes Coelho de Campo Verde pela conquista da medalha de Prata na OBFEP - Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas.

Ele representou muito bem todos os estudantes que se dedicam a essa matéria apaixonante e desafiadora ao mesmo tempo.

O Professor Francisco Amaral fez questão de estar presente na cerimônia que aconteceu no último dia 17 lá na IFMT - Instituto Federal de Mato Grosso😍

Parabéns pessoal! Continuem estudando e inspirando!


Projeto de Vida - EE Apolônio Bouret de Melo

O Projeto de Vida é centro na Escola Plena e requer o envolvimento, o esforço de toda equipe escolar para assegurar seu pleno desenvolvimento. Sendo assim, todas as atividades desenvolvidas na escola são voltadas ao Projeto de Vida dos educandos e o desenvolvimento do mesmo, exige a definição de objetivos, a construção de um plano para atingi-los e das ações que deverão ser realizadas.

Cada estudante precisa materializar seu Projeto de Vida em um documento escrito a ser constantemente revisado, tendo um professor responsável que assuma a tarefa de orientá-lo tanto na construção inicial, quanto no seu constante aprimoramento.
     
É importante que a equipe escolar o incentive a refletir sobre quem ele é, quem ele gostaria de ser e ajudá-lo a planejar o caminho que ele precisa seguir para alcançar o que pretende ser. 

A construção do Projeto de Vida deve considerar a reflexão sobre sonhos e planos.

Nas imagens abaixo temos a Árvore dos Sonhos e os Projetos de Vida dos Educandos da EE Apolônio Bouret de Melo de Paranatinga.







Fonte: http://integralprotagonista.blogspot.com.br/p/projeto-de-vida.html


quinta-feira, 19 de abril de 2018

Escola Estadual João Ribeiro Desenvolve Atividades sobre a Cultura Indígena

A escola Joao Ribeiro Vilela desenvolveu durante uma semana, atividades culturais para que a cultura indígenas seja conhecida e consecutivamente respeitada, pois além de termos em nossa escola alunos e professora indígena,eles foram os primeiros habitantes no Brasil.
Conhecer a cultura indígena nós faz entender seus costumes e vida. Só podemos entender as pessoas quando conhecemos sua Cultura e Raízes. 
Obrigada aos nossos alunas indígena Adilma, Luzinete e o senhor Valeriano por ter nós ajudado a conhecer um pouco da cultura indígenas,de forma prática.

Fonte: Facebook  João Ribeiro Vilela











Material Dourado no Ensino da Matemática da EE Sebastião Patricio

O Cefapro de Primavera do Leste desenvolveu no mês de março  na Escola Estadual Sebastião Patrício a formação "Material Dourado como Instrumento Pedagógico no Ensino da Matemática".  E é importante destacar que as professoras estão colocando em prática os conhecimentos adquiridos durante a formação.  
Destacamos o trabalho da professora de Matemática Renata com os 6º anos, a mesma utiliza o material dourado para trabalhar operações de adição, subtração e multiplicação. Além do material dourado a professora também utiliza outros materiais concretos para o ensino da Matemática.




terça-feira, 17 de abril de 2018

Escola Plena Apolônio Bouret de Melo realiza Diálogo sobre a Cultura Indígena

No período de 16 a 20/04 na Escola Plena Apolônio Bouret de Melo, localizada no município de Paranatinga,  estão sendo desenvolvidas diversas atividades com os educandos, o tema das mesmas é a Cultura indígena. 
O diálogo sobre a Cultura Indígena é uma ação organizada pelos professores e professoras da Área de Ciências Humanas, com a colaboração dos alunos Xavantes que estudam na referida escola,  eles participam ativamente das atividades desenvolvidas. 
O intuito é que os educandos tenham maior conhecimento sobre a Cultura Indígena, para isso são realizadas atividades diversas: leitura de poesias, diálogo realizado pelos alunos Xavantes, exposição de artesanatos, danças típicas e dentre outros.






Semana Literária Escola Plena Apolônio Bouret de Melo

A Escola Plena Apolônio Bouret de Melo, localizada no município de Paranatinga, no período de 16/04 a 20/04 realiza a Semana Literária em homenagem a Monteiro Lobato. 
O projeto está sendo desenvolvido pelos técnicos administrativos  da biblioteca e do laboratório de informática e conta com o apoio das professoras de Língua Portuguesa. 
O objetivo é fomentar a leitura, bem como a utilização da biblioteca da escola e propiciar o conhecimento do acervo, para isso, há uma exposição de poesias produzidas pelos, livros e outros materiais.